Criciúma SC,

Cadastre seu e-mail       Página Inicial    Favoritos    Indique esta página     Divulgue seu ministério!

.

-

Home

Marketing Ministerial

Doações

Fotos

Músicas

Shopping

Sobre nós

Parceiros

Vídeos

Contatos

Artigos

Aulas de música

Cifras

Dança

Destaques

Fórum

Teatro

Técnica vocal

Vida de Adoração

Aprenda Piano

Blueberry

Google Adwords

Loja do Louvor

Artigos

Pregação

Igreja Batista

Goocrente

Musicas Evangelicas

 


Sim, todos os dias!
Às vezes
Não, nunca!


  resultados

 

 

 

 

 

Artigos e Estudos Bíblicos - Louvor e Adoração, Estudo Biblico

 

Restituição com Compromisso
Por Roberto Azevedo

Adoração é uma barreira que inibe os planos de satanás, por isso a primeira coisa que ele procura fazer é retirar nossa adoração. Apesar de estar localizado quase no centro da bíblia, o livro de Jó foi escrito antes do período dos patriarcas. Naqueles dias o sacrifício de animais e as primícias da colheita eram a forma primária de adoração.

Jó tinha a pratica constante de oferecer sacrifícios em favor de seus filhos (Jó 1:5). Quando Deus permite que o diabo o prove, este estende sua mão sobre os seus bois, suas ovelhas, suas jumentas e seus camelos. Na cultura do Antigo testamento, isso significava que Jó havia perdido a sua capacidade de adorar, pois não tinha mais rebanhos de animais para oferecer a Deus. (Jó 1:14-17).

Somente depois de tirar sua capacidade de adorar, foi que satanás estendeu sua mão sobre seus filhos, tirando assim uma de suas motivações para adorá-lo. (Jó 1:18 e 3:25-26) Se fizermos um paralelo entre a adoração no antigo testamento, a adoração no novo testamento, a soberania de Deus e as ações de satanás, baseados nos 2 primeiros capítulos de Jó, com certeza vamos dar uma fortalecida bem consistente no que hoje enxergamos como adoração a Deus. Porém neste mês vamos abordar um outro assunto. Vamos refletir um pouco sobre a resposta de Jó.

Acompanhem comigo o texto na bíblia. (Jó 1:20) “Então, Jó se levantou, e rasgou o seu manto, e rapou a sua cabeça, e se lançou em terra, e adorou” (Jó 1:21) “e disse: RESTITUI, EU QUERO DE VOLTA O QUE É MEU” Percebemos que não foi isso que ele clamou. E ai? Não é minha intenção aqui ir de encontro a música, muito pelo contrário, também creio que Deus restitui. Mas gostaria de lembrar aos irmãos 3 fatos importantes:

1º -“ Nada temos que do céu não nos seja dado” (João 3:27).

2º - O diabo só toca em algo, que Deus nos permitiu ter, se o próprio Deus assim o permitir.

O texto mais usado hoje em dia para se falar sobre restituição é Joel 2:25. O texto é bem claro quanto a promessa de Deus no momento em que Ele diz: “RESTITUIR-VOS-EI os anos consumidos...”. Porém, o texto também é bastante claro quando Deus diz: “o MEU exército, que EU ENVIEI contra vós”. 3º - RESTITUIÇÃO REQUER COMPROMISSO. Se Deus permitiu que algo fosse tirado de nós, é porque este algo estava de alguma forma impedindo nosso relacionamento com Ele e nosso crescimento espiritual.

Creio nas promessas de Deus. Porém existem 2 tipos de promessas na bíblia. As condicionais e as incondicionais. Salvação, por exemplo, é uma promessa incondicional. A única coisa que temos que fazer é crer. Restituição, por exemplo, é uma promessa condicional. Temos que crer, mas também temos que ter uma atitude de compromisso para com Deus. Deus está sempre pronto a cumprir a parte dEle em suas alianças. Porém, se quisermos que Deus faça a parte dEle, devemos também fazer a nossa. Deus só tem compromisso com quem tem compromisso com Ele. Não podemos clamar ao Senhor por restituição se não damos a Ele uma posição de honra em nosso viver diário.

Nossa intimidade com Deus deve ser prioridade. Nosso tempo reservado para Deus tem que ter qualidade. Nosso tempo com Deus não pode se limitar a ser um espacinho em nossa agenda. Lembre-se: “Sempre temos tempo para aquilo que damos prioridade”. O que tem sido prioridade em nossas vidas? Jesus nos ordena em Mateus 6:33 “Buscai (imperativo) primeiro o reino de Deus e a sua justiça e todas as demais coisas vós serão acrescentadas”. A restituição do que perdemos está incluída na lista divina de “demais coisas”. “Os planos que foram embora, o sonho que se perdeu” também estão incluidos na lista divina de demais coisas.

Firmados em Cristo e cheios do Espírito Santo recebemos a paz que excede todo o entendimento e podemos com autoridade confrontar as circunstâncias com a ousadia de Jó. “Deus deu, Deus tirou, bendito seja no Teu santo nome” (Jó 1:21) Com discernimento sobre a restituição de Deus, podemos não só clamar “RESTITUI”, como também “TE LOUVAREI NÃO IMPORTAM AS CIRCUNSTÂNCIAS”.

Deus abençoe
Roberto Azevedo
http://www.vidanovamusic.com
bandadadiva@yahoo.com.br>

ESTUDO BÍBLICO - Estudos Bíblicos, Louvor, Adoração, Ministério Link esta página em seu site:

 
Envie a alguém! Imprima! Discuta no fórum! Informar erro!

 

 

php hit counter

-